12
dez
08

O fim e a Fénix

Há males que vem para o bem
A Fénix surge das cinzas
O fim pode também ser um recomeço

Na natureza nada se cria, tudo se transforma
A previsibilidade está restrita ao laboratório
Na vida a melhor previsão é não tê-la

Faça amor, não faça guerra
Numa competição não existe vencedor
No amor não há perdedores

Não sabendo ser impossível, foi lá e fez
Pise no chão e sonhe nas nuvens
Podemos acertar a vela, mas nunca mudar o vento
Aproveite-se do vento

Creative Commons License
“O fim e a Fénix” por
Gutemberg Motta é licenciado sob
Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.

Anúncios

1 Response to “O fim e a Fénix”


  1. 23/12/2008 às 04:03

    Esse texto está fabuloso!
    Confesso que não conhecia este seu lado. Enquanto poeta você está num nível muito elevado e admito que a sua escrita contém mais propriedade do que a minha. (risos) Acho que preciso aprender contigo.
    O tema é muito interessante apesar de recorrente ,mais ainda assim é fascinante tratar deste tema.
    Visite meus blogs , tenho o http://www.linkfg.blogger.com.br/ e também o http://www.linkfg.blogspot.com/ .
    Te desejo uma ótima semana!


Comments are currently closed.

Categorias


%d blogueiros gostam disto: