30
nov
10

lenovo ideapad s10-3t, ipad, samsung galaxy tab – parte 2

A minha história com o Lenovo Ideapad S10-3t tem uma segunda parte. Pois bem, após um mês de uso, comecei a perceber as limitações desse equipamento híbrido, meio tablet, meio netbook. Tanto o Ubuntu quanto o Windows não estão preparados para ser um sistema operacional de um tablet. A experiencia touch se limitava a uma espécie de mouse e não a uma nova interface como se esperava, nada se adequava ao tamanho da tela, o processamento estava muito aquém da necessidade.

O navegador não é multi-touch e não está preparado para exibir adequadamente as páginas da internet. E aplicativos adequados para este tablet? Nenhum! Comecava a entender o sucesso do IPAD e sua App Store com quase 300 mil aplicativos disponíveis.

Já estava arrependido da aquisição quando descobri que a saída de video VGA não estava funcionando. Levei na loja e depois de alguma demora eles reconheceram o problema e toparam efetuar a devolução do dinheiro, assim por sorte consegui restituir meu investimento depois de ter desistido de continuar a usar o Lenovo S10-3t como uma ferramenta que ele não é, um tablet. A atitude da loja foi correta e adequada, e mais, muito louvável já que poucas lojas cumprem suas obrigações perante seus consumidores ainda hoje. Dessa maneira, deixo aqui essa consideração a respeito da buy4less / pcmall.

Eu quero um tablet e agora? Bem depois dessa experiência, resolvi não errar de novo, e no final de Agosto comprei um IPAD com WiFi, 3G, 64GB, o top do top no mundo, dessa vez eu tive a certeza que estava comprando o melhor, o ideal, um verdadeiro tablet. E realmente seu hardware é poderosíssimo! Como pode um tablet ter um processador melhor que um netbook?! Essa era a impressão! Só pode ser Apple! O acelerômetro é fantástico, jogos com essa nova forma de interagir são viciantes…

Pouco tempo depois, o jornal O GLOBO lançou um aplicativo para leitura no IPAD… O que posso dizer? Magnífico! Estava finalmente no paraíso… Com o dia-a-dia, comecei a me deparar com muitas dificuldades advindas de um sistema operacional fechado, cheio de travas. Só pode fazer isso assim, isso não pode, aquilo também não. Fotos? Músicas? Vídeos? Só pelo Itunes… Itunes? Só pra Mac OS ou Windows… Mas eu uso Linux! Tudo bem, fui eu cheio de boa vontade, instalei o Virtualbox, virtualizei um Windows Vista (Instalei o Vista porque tinha uma licença original), instalei o Itunes e comecei a operar com o Itunes… Mas eu tinha o Windows no trabalho, então iria sincronizar em casa e no trabalho, mas não foi possível, os arquivos que você sincroniza num computador, não podia sincronizar no outro…

Como pode um hardware tão bom, ser ultrajado por um software limitado? Que fique claro que as limitações não são técnicas, são limitações impostas pelo Steve Jobs e seus amigos…  É como você ter um carro de corrida mas só poder usar a primeira marcha… Comecei a rechaçar o IPAD, o IOS, a Apple e tudo aquilo que eles significam… É muita tecnologia a mercê de limitações impostas… Deve ser por isso que o Apple-maníaco só usa produtos da Apple, para as limitações sejam as menores possíveis já que se vive numa redoma de maçã.

Você sabia que alguns hackers ficaram ofendidos com essas limitações e resolveram acabar com elas? Desenvolveram um software que quebra essas limitações, seu nome? Jail Break, que numa tradução livre seria “Quebrar as grades da prisão”. A maioria dos produtos da Apple tem seu Jail Break disponível na internet. Porém, da mesma maneira que quando usamos o Windows pirata incentivamos o seu uso, se utilizamos o Jail Break no IPAD, incentivamos o uso dos produtos da Apple, que agora fazem parte da minha lista negra. Sem chance!

E quando eu já estava desistindo de encontrar vida inteligente no mundo dos tablets, eu descobri que estava pra sair um com sistema operacional Linux Android com um hardware muito potente, era o Samsung Galaxy Tab! O Android é a “versão livre” do IOS da Apple, com um mercado de aplicativos em expansão fenomenal, já são mais que 100 mil aplicativos no Android Market, e se as curvas tendenciais se mantiverem, eu pouquíssimo tempo o Android Market vai passar o App Store em número de aplicativos. De imediato coloquei meu IPAD à venda. A Samsung também lançou um smartphone com tela multi-touch de 4″ e um hardware fantástico, o Samsung Galalaxy S I9000, que foi lançado no Brasil com TV analógica e digital. Ele parece uma miniatura de tablet, assim que eu vender o IPAD, vou comprá-lo e aposentar meu bravo Nokia E51. Imagino que este smartphone da Samsung posse cumprir as funções de um tablet, mas isso é história para um outro post.

Alguém pode se perguntar quais são as funções de um  tablet, o que o diferencia do notebook. Vou tentar simplificar, enquanto o notebook é uma ferramente de trabalho que precisa de robustez (um teclado de verdade por exemplo), o tablet deve ser uma ferramenta de multimídia, sua tarefa é entreter. No tablet estarão seus álbuns de fotos, suas músicas, seus vídeos, seus jogos, seu acesso ao entreterimento na web

*Revisado por João Paulo Rodrigues de Carvalho.

Creative  Commons License
“Lenovo Ideapad S10-3t, iPad, Samsung Galaxy Tab- parte 2” por
Gutemberg Motta é licenciado sob
Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.

Anúncios

10 Responses to “lenovo ideapad s10-3t, ipad, samsung galaxy tab – parte 2”


  1. 1 claudia
    03/12/2010 às 10:29

    Devo esperar mais uns 15 dias p comprar o tablet? Sera que as operadoras vao ofertar com preco melhor? o modelo c 16GB+WF+3G possuem melhor custo beneficio?

  2. 03/12/2010 às 10:48

    Claudia, o melhor custo-benefício é sempre relativo ao real uso. Por exemplo, digamos que existam três HDs a venda 120GB, 240GB e 500GB. Se o melhor preço por GB fosse no HD de 500GB, ele seria o melhor custo/benefício? Não necessariamente. Se você usar menos que 120GB, o HD de 120GB sempre terá um custo/benefício melhor para você. No caso do IPAD, deve-se avaliar dois quesitos, você vai usar o 3G (Pra isso, você precisa fazer uma conta exclusiva numa operadora de telefonia celular, sai no mínimo 80 reais mensais)? E, quantos GB você precisa, 16GB, 32GB ou 64GB? Espero ter ajudado.

  3. 3 Lília
    22/12/2010 às 21:14

    Tenho um iphone e lei livros pelo stanza pois tem vários repósitórios com livros recem lançados…. Agora como ler livros atualizados no samsung galaxy tab????

  4. 11/02/2011 às 10:40

    Bom dia, Lilia

    td bom?

    lendo seu post, identifiquei-me. Tenho planos de comprar um equipamento computacional bom e portátil com o objetivo de fazer acesso remoto em um notebook que tenho em casa.

    Realmente, tenho lido muitos anuncios e matérias sobre netbooks, tablets. E já formei convicção de que se eu quiser um equipamento altamente rápido e potente, não poderei contar com a ajuda de um netbook ou tablet.

    Tive então, a idéia de utilizar o acesso remoto para sanar o impasse. A exigência para o uso de um sistema de acesso remoto, está no fato de uma boa conexão de internet (tanto no equipamento a ser acessado, como naquele que está acessando – duas net’s); e tb no fato de se obter um IP válido para a conexão do equipamento que fará o acesso remoto.

    Pesquisando produtos portáteis que pudessem oferecer acesso remoto, encontrei a principio poucas opções: descobri que o Celular da Nokia – N900 tem esta possibilidade (através do VNC), rodando o sistema operacional MAEMO – da Symbiam. Entretanto, como o aparelho não tem entrada RJ45; e o seu sistema WI-FI tem alcance restrito (considerando-se também, o agravante de haverem poucos pontos de WI-FI no local onde resido), fiquei realmente limitado com este aparelho.

    O ideal, pelo que percebi, seria poder fazer acesso remoto através de um tablet (que se parece em todos os sentidos muito mais com um computador e tem a portabilidade de que necessito). Entretanto, não encontro um tablet multi-touch (capacitivo) que possa oferecer o acesso remoto.

    Você teria alguma sugestão do que eu poderia fazer? Seria uma boa opção tentar optar pelo tablet da Samsung – o Galaxy Tab (para o meu propósito)?

    Desde já, grato.

    • 21/03/2011 às 17:16

      Elton, hoje existe tantas opções para sincronia de dados que muitas vezes elimina a necessidade de acesso remoto, como por exemplo o Dropbox (Sincronia de arquivos), Ubuntu One (Sincronia de arquivos e de configurações de programas do Ubuntu Linux), Firefox Sync (Sincronia de Favoritos e configurações do browser). Creio que deva verificar primeiro sua real necessidade de acesso remoto, pois a qualidade das conexões e a largura das bandas no Brasil ainda está longe do ideal para um bom acesso remoto ambulante.

  5. 7 Luiz
    19/03/2011 às 20:01

    Salve, Guttemberg

    Matérias muito interessantes e cristalinas sobre os produtos. São muito úteis, obrigado.

    Atualmente é possível instalar o Android (pelo menos o 2.2) em netbooks. Isso me leva a perguntar: você acha que o Ideapad seria uma opção válida se você instalasse o Android?

    Só uma nota interessante sobre o Galaxy Tab: é tão parecido com o Galaxy S que também possui TV analógica e digital e GPS.

    Grato por tudo,

    Luiz

  6. 9 Lúcia Barros
    13/04/2011 às 16:36

    Olá,

    eu venho acompanhando vc na sua saga com o IPAD. Eu tenho um, trouxe lá de fora no ano passado.

    Tb tenho inúmeras queixas dele, mas até k menos k vc.

    O que hj me atrapalha com ele é k eu comprei o com wi-fi e queria colocar internet móvel nele e é claro ele não aceita.

    Então como vc, estou pensando em vendê-lo e comprar um outro tablet.

    Pensei no Sansung Galaxy, já estive com um em mãos e gostei, só que ele não tem entrada USB e aí outro problema que não posso inserir meu Pen Drive nele.

    Vc já conseguiu algum que possa me indicar?

    Bjs.

    Lúcia Barros


Comments are currently closed.

Categorias


%d blogueiros gostam disto: