17
abr
11

Meu primeiro Android

Como um entusiasta do software livre, estava ansioso para por as mãos em meu primeiro celular com Android, sistema operacional livre criado pela Google. Adotado por quase todos os fabricantes de celulares do mundo, o Android já é a segunda plataforma para smartphones mais popular do mundo. Entre as várias opções disponíveis no mercado, optei pelo Motorola Defy.

O que me levou a essa escolha? Pois bem, a relação custo-benefício foi minha referência, se por um lado tínhamos o top dos Androids atuais, o Samsung Galaxy S, do outro tinha opções mais em conta como o Sony Xperia X10 Mini, o Samsung Galaxy 5 e o Motorola Spice. Não queria pagar muito por um aparelho, então escolhi ir para a operadora que me oferecesse o melhor preço para adquirir um aparelho.

Pendrive, câmera, telefone,Aqui vale um comentário especial, a Claro que está oferecendo excelentes descontos em aparelhos, posso dizer que são preços imbatíveis. Nesta onda, acertei com a Claro… Paguei 99 reais pelo Motorola Defy, em troca de uma conta mensal a partir de R$130,00!

A primeira sensação que você tem quando começa a mexer num Android é: “Estou mexendo num computador!”. O que não deixa de ser verdade… Um smartphone é um item essencial em qualquer pretensão de se manter conectado hoje. E o Android dá show! São milhares de aplicativos disponíveis, acabei de descobrir que o navegador Firefox 4 já tem versão para Android (Sem suporte ao Adobe Flash, ainda)!!!

Me sinto com um canivete suíço cibernético no bolso: Pendrive, câmera, telefone, jogos, leitor de documentos, ponto de acesso à internet, mp3 player, porta-retrato digital, filmadora etc… São tantas funções disponíveis que as vezes não sabemos o que fazer. Mas existe também um detalhe importante para se lembrar, como eu já disse, um Android é quase um computador, seja para o bem seja para o mal… Começam a surgir muitos vírus para esta plataforma, aprenda a se proteger também!

Para além do Android, temos o Motorola Defy, um aparelho resistente a riscos (mas nem tanto), resistente a quedas (mas nem tanto), resistente a água (mas nem tanto) e resistente a poeira (mas nem tanto)… Ele é vendido como uma picape off-road, mas na verdade é uma picape para rodar na cidade… O que já é extremamente excelente! Estou muito contente com essas características, apesar de ter abusados nos testes e ele ter ficado com algumas cicatrizes… O que me fez comprar dois acessórios de proteção, uma capa e uma película de proteção da tela! Quero aproveitar e comentar como é boa essa capa da ARMOR, ela encaixou perfeitamente com o meu celular, ninguém é capaz de perceber que existe uma capa, foi um encaixe perfeito que escondeu todas as cicatrizes dos meus excessos. Fiquei muito feliz em ter meu celular com aparência de novo, novamente… : )

Vamos ao lado B dessa história, todos os celulares equipados com Android  consumem muita bateria, sem muito esforço a bateria dura no máximo 2 dias… Se houver um uso mais intenso, nem um dia de duração… E isso vale para todos os celulares com Android, não só o Defy… Pude confirmar com meus próprios olhos essa dificuldade com o Spice e Galaxy S também (Dicas para economizar bateria no seu Android). Em compensação a carga  é recuperada rapidamente além da possibilidade de carregar em uma porta USB. Outra boa notícia é que os celulares mais novos, e isso inclui praticamente todos com Android, usam um mesmo padrão de cabo, ou seja, posso carregar o meu Motorola com um cabo da Samsung! Essa iniciativa surgiu na Europa que fez um acordo com os fabricantes para que todos adotassem o mesmo padrão micro-USB em seus carregadores e cabos de dados, e consequentemente, essa iniciativa esta se difundindo para o resto do mundo.

Configurando minhas contas de Facebook, Orkut, email etc, no Defy, também tive um cansativo problema com a sincronização de todos esses contatos. Não sei se trata-se de uma falha do Android ou do aplicativo da Motorola, MotoBlur. Depois de configurar as contas, somem os contatos do próprio celular. Daí é um tal de deleta conta, configura conta, reinicia celular… Lá pra sexta ou sétima vez, o negócio simplesmente funciona.

Enquanto eu escrevo aqui sobre meu primeiro Android, a Motorola lança dois aparelhos equipados com Android que prometem muito! Aliás, a Motorola renasceu das cinzas… Há muito tempo a Motorola não tem uma safra de equipamentos tão bons! Mas voltando ao lançamento, são eles: O tablet Xoom (Lê-se Zoom) e o celular Atrix (Artigo sobre tablets).

Pendrive, câmera, telefone,Pendrive, câmera, telefone,Cada um merece seu próprio post, mas não vai ser dessa vez, então vou falar um pouquinho deles. Os dois são equipados com processadores de dois núcleos, os famosos dual-core, são processadores comparáveis a de um computador de mesa. O Motorola Xoom é o primeiro tablet equipado com o Android 3.0, esta é a primeira versão do Android projetada para um tablet. Sabe o que o Xoom tem que o Ipad não tem?! Na verdade são vários itens, mas um é um diferencial e tanto, ele tem Flash! Você vai poder navegar na internet em todas as páginas construídas em Flash! Neste momento o Xoom está em pré-venda pela bagatela de R$1899,00, e é minha primeira opção para tablet. Mas estou aguardando até o início do segundo semestre de 2011 para ver outros lançamentos no Brasil e perceber o efeito da concorrência nos preços.Pendrive, câmera, telefone,

O Motorola Atrix realmente não é só um celular, ele é computador de mesa com direito a teclado e mouse convencionais e também é um laptop! Como assim? Veja as fotos abaixo e conheça a santíssima trindade:

Pendrive, câmera, telefone,

Celular, laptop e desktop! Tem noção? E quando o Atrix se conecta um de seus docks, ele abre um outro sistema operacional, um linux, chamado por WebTop que tem um Firefox standard nativo rodando. Pelos testes realizados por sites e blogs especializados, seu desempenho equivale aos netbooks vendidos hoje. Certo, esse é meu atual sonho de consumo, mas vale dizer que não tenho pressa em realizá-lo. Ainda estou explorando e conhecendo meu Defy e aguardando mais novidades do mundo Android. Minha sugestão pra quem está interessado num Android? Espere até o segundo semestre do ano, também está chegando por aí o Samsung Galaxy S II!

Por fim posso garantir esse é meu primeiro Android de muitos que ainda virão.

*Revisado por Hta Odara

Creative  Commons License
“Meu primeiro Android” por
Gutemberg Motta é licenciado sob
Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.

Anúncios

15 Responses to “Meu primeiro Android”


  1. 17/04/2011 às 17:30

    Canivete Suiço…
    Na verdade não deixa de ser mesmo. um item indispensável nos dias de hoje.
    Adorei!

  2. 2 Andre Costa
    17/04/2011 às 23:06

    Bom post Gut!!!

    Longe dos devaneios …

    Até+++++

  3. 17/04/2011 às 23:15

    legal! às vezes tenho vontade de ter um smartphone.. mas não sei.. medo de assalto e de ficar o dia inteiro na internet ainda me fazem continuar com meu nokia tosco rs

  4. 4 Ricardo
    18/04/2011 às 09:03

    Fiquei interessado em comprar um Samsung Galaxy Tab.

  5. 18/04/2011 às 11:15

    Fala Gutemberg!

    Bom, depois desse post, só aumentou minha ansiedade aguardando meu Xoom chegar!

    Depois comento o que achei!

    Abraço!

    Alberto

  6. 7 Priscila FAPES
    18/04/2011 às 11:40

    Muito bom!! Parabéns!

  7. 8 Carlindo
    18/04/2011 às 12:21

    Muito bom o artigo. Parabéns. Sem dúvida os Andróides são objeto de desejo de qq amante da tecnologia. Mas precisa ser avisado que há um inconveniente que torcemos que acabe. Nem todo aplicativo andróide funciona em todos os andróides. É o mau do software livre.
    Existem aplicativos pro Motorola que nao rodam no HTC e nem nos Samsungs. E vice e versa. Cada fabricante mexeu no seu Androide como quis.
    Um saco que tem aborrecido vários amigos que partiram pro Andróide sem serem avisados disso antes.
    E tambem nao sei a estatística para os telefones andróide. Para os tablets havia 100 aplicativos disponíveis contra 65000 pra iPad em março de 2011. Continua assim?

  8. 10 Nathalie Meneguite
    18/04/2011 às 12:22

    Adquiri o meu a pouco tempo e estou amando!!!

  9. 11 Carlos Eduardo
    18/04/2011 às 18:38

    Pena que eu já comprei um Iphone! Hehehehe

  10. 23/05/2011 às 13:40

    Excelente post, meu caro Gutemberg. Abraços do

    – c.a.t.

  11. 14 Cláudia
    01/06/2011 às 15:22

    Olá,

    Adorei o seu post. O Defy é o meu primeiro smartphone, e eu não sei usa-lo em nada ainda, desejo saber se você pode me passar umas dicas.

    Desde já agradeço.

    Abraços.

    • 15 gutembergmotta
      01/06/2011 às 19:05

      Também sou um usuário novo do Android e do Defy, mas uma primeira grande dica: Sempre ande com o seu carregador, pois a bateria descarrega muito! Existem muitos programas e jogos legais, mas tome cuidado em instalá-los… Procure na internet mais informações para saber se são confiáveis… Com o programa “Kindle for PC”, você pode comprar e ler edições do jornal O GLOBO e outros jornais e revistas… E, principal, não deixe de ler todos os links deste post, são muito ricos! E, parabéns pela escolha!


Comments are currently closed.

Categorias


%d blogueiros gostam disto: