06
jul
13

Quando afastamos nossa única cúmplice

Quando afastamos nossa única cúmplice

Voltamos a ficar a sós

Quem já muito só ficou

Logo reconhece a solidão

 

Sem mais a parceira de todas as horas

Sem mais a novidade de não estar só

Tudo volta ao que sempre foi

Mas quem já perdido nunca desespera

 

Escolhas que não podemos voltar atrás

Escolhas que não devemos voltar atrás

Novamente sem horizonte

Novamente na delícia do inferno

 

Quem tem muitos amigos

Não tem nenhum

Quem muito pro mundo se abre

Aberto ao mundo fica

 

Vagando anônimo pelas ruas

A procura por um novo alento

Busca cada vez mais combatida

Busca cada vez mais desejada

 

A beleza e a tristeza de não ser reconhecido

Viver em cima da linha

O mundo da corda bamba

A falta da verdade do mundo

 

Querer viver o viver

Sem saber o que ele é

Keep calm

And walk on

 

Creative Commons License

“Quando afastamos nossa única cúmplice” por Gutemberg Motta é licenciado sob Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.

Eu apoio:

Support Wikipedia tt
Anúncios


Categorias


%d blogueiros gostam disto: