Posts Tagged ‘poema

29
jun
11

Acontecido

Sinto dor
Estômago embrulhado
Garganta entupida
Batimentos agitados
Cabeça pesada

Ficar em silêncio
Imaginar sozinho
Lembrar na solidão
Estar cercado e vazio
Alguma coisa morre em mim

Minha mente está devastada
Meus movimentos são vagarosos
Os reflexos quase não existem
Ontem não dormi
Mas o desgaste não é só do corpo

Atônito
Garreado
Atordoado
Tonto
Apático

Creative  Commons License
“Acontecido” por
Gutemberg Motta é licenciado sob
Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.

Anúncios
10
maio
11

O que é isso que sentimos?

O que é isso que sentimos?
Que nos devora por dentro
E ainda sim nos preenche

O que é isso que sentimos?
Que nos angustia
E não importa de onde vem

O que é isso que sentimos?
Que nos torna tão frágeis
E tão fortes ao mesmo tempo

O que é isso que sentimos?
Que está ligado ao outro
E existe independente dele

O que é isso que sentimos?
Que nos faz sangrar
E pode nos curar

O que é isso que sentimos?
Que por muitas vezes nos arriscamos
E não medimos consequências

O que é isso que sentimos?
Que pode nos levar a morte
E nos enche de felicidade

O que é isso que sentimos?
Que faz nossos olhos brilharem
E nossas mão suarem

O que é isso que sentimos?
Que nos faz sofrer
E não abandonamos

O que é isso que sentimos?
Que quanto mais perto melhor
E quanto mais longe menor ficamos

O que é isso que sentimos?
Que desafia as razões
E nos põe em cheque

O que é isso que sentimos?
Que muitos chamam de amor
E sabemos que isso é pouco

Creative  Commons License
“O que é isso que sentimos?” por
Gutemberg Motta é licenciado sob
Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.

16
jan
11

Duas flores

Entre duas flores

Muito contratempo

E um maravilhoso botão

Que se tornará flor também

A primeira flor perdeu para a razão

Quando a segunda chegou

Encontrou só um gramado

E se tornou a única flor do jardim

Pólem que vai

Pólem que vem

No balanço dos ventos

Não sobra quase ninguém

Cada nova flor

Uma nova esperanca

E o melhor remédio

Para a flor da lembraça

O tempo é contrário

A tudo que você quer

Mas esse tempo humano

É diferente do tempo das flores

Creative  Commons License
“Duas flores” por
Gutemberg Motta é licenciado sob
Creative Commons Atribuição 2.5 Brasil License.




Categorias